Retirada de passageiros por overbooking pode ser proibida no Canadá

Foto: Sábio Viajante


Retirada de Passageiros Por Overbooking Pode Ser Proibida, afirma Ministro de Transportes

Assunto polêmico. A retirada de passageiros por motivos de overbooking tem sido motivo de discussão nas redes sociais e veio à toda recentemente, quando vídeos acusando empresas aéreas de serem agressivas para retirar os passageiros foram vinculados na Internet.

Na tarde de ontem (17), o ministro de Transportes, Marc Garneou afimou que “notícias recentes sobre o tratamento dado aos passageiros de avião, nesses casos, não serão tolerados no Canadá e quando os canadenses comprarem um bilhete de avião, eles esperam que a companhia mantenha sua parte do negócio”.

A proposta foi lançada para proteger os direitos dos passageiros aéreaos no país. Segundo site O Globo, entre as propostas está uma que proibiria as companhias aéreas de retirar viajantes devido ao overbooking. Além disso, as regras obrigariam ao pagamento de uma compensação mínima em casos como estes. “Nós ouvimos notícias recentes sobre o tratamento dado aos passageiros de avião (nesses casos) que não serão tolerados no Canadá e quando os canadenses comprarem um bilhete de avião, eles esperam que a companhia mantenha sua parte do negócio”, afirmou o ministro de Transportes, Marc Garneau, segundo o site Travel Mode.

Ainda segundo o site de notícias, “as novas normas também detalham o que as companhias aéreas deverão fazer durante longos atrasos, como sentar as crianças perto de seus pais sem custo extra”. Além disso, “o Canadá também propõe elevar o limite máximo de participação estrangeira nas companhias aéreas nacionais de 25% para 49%”, finaliza a notícia.

Caso aprovadas, as medidas passarão a vigorar em 2018.

Com informações O Globo.

Leia Também:
  1. 25 bolsas de estudos para colleges no Canadá

  2. Viagem segura: Entenda como funciona o seguro saúde enquanto estiver no Canadá

  3. Empregos no Canadá: Trabalhos mais ofertados no País para 2018.

1 visualização