• Excel 4 Canada

Tudo sobre Victoria, British Columbia


Victoria, BC

Situada a cerca de 100km de Vancouver, Victoria é a capital da província de British Columbia, e foi batizada em homenagem à Rainha Victoria, do Reino Unido. A cidade guarda uma extensa herança da época de colônia, sendo visível a influência britânica na arquitetura, nos espaços públicos e na cultura. Sua população tem cerca de 360 mil habitantes - 18% com mais de 65 anos.


Victoria é conhecida internacionalmente como a “Cidade dos Jardins”, graças aos seus belíssimos parques, ruas floridas e clima ameno. A qualidade de vida também floresce na cidade: Victoria foi considerada a terceira cidade com melhor igualdade de gênero do Canadá e uma das dez cidades mais amigáveis do mundo pela revista Condé Nast. A pequena e romântica cidade é um paraíso para moradores e turistas de todo o mundo.


Trabalho


Apesar da grande quantidade de aposentados, Victoria já foi considerada a melhor cidade do Canadá para profissionais jovens. A cidade teve o menor índice de desemprego do país em 2018 - apenas 3,4% - e enfrenta uma falta de profissionais qualificados, por isso incentiva a contratação de trabalhadores estrangeiros para suprir a demanda.


O setor tecnológico é o mais importante, movimentando cerca de 5 bilhões de dólares por ano e gerando mais de 16.000 empregos na região. Victoria foi considerada uma das 10 melhores cidades canadenses para profissionais de TI, segundo o 2019 Canadian Tech Talent Report, demonstrando um dos maiores crescimentos dos últimos anos.


Victoria também aparece na lista das 150 melhores cidades do mundo para startups da StartupBlink, atraindo empreendedores do mundo todo. A região dispõe do VIATEC, uma associação que promove a inovação e o desenvolvimento das empresas do setor.


Educação


Victoria tem três instituições de ensino superior: University of Victoria (UVic), Royal Roads University (RRU) e Camosun College.


Com mais de 20 mil alunos, a UVic é uma das instituições mais antigas de BC, e foi considerada a segunda universidade mais completa do Canadá por três anos consecutivos. A instituição também está entre as 500 melhores do mundo no ranking da Times Higher Education.


Victoria também é um excelente destino para intercâmbio. Adolescentes podem ter a experiência de estudar em uma escola de ensino médio (high school) canadense e morar com uma família local através do programa de homestay.. Adultos podem estudar inglês em uma das excelentes escolas de idioma, como a GEOS, Global Village, Inlingua, Sprachcaffe e Sprott Shaw College.


Mais inglesa do que a própria Inglaterra, Victoria oferece a chance de experimentar a cultura britânica e canadense ao mesmo tempo.


Moradia


De acordo com um estudo de 309 cidades em 8 países, o mercado imobiliário de Victoria é considerado o 16º menos acessível do mundo. A moradia, no entanto, é bem mais barata do que em outras cidades canadenses como Vancouver (2), Toronto (7) e London (15).


Outro estudo mostra que Victoria tem o 4º aluguel mais alto do país. Um apartamento de um quarto na cidade custa, em média, CAD$ 1.590 por mês. Segundo a RE/MAX, a tendência é que os preços continuem altos por um bom tempo, devido à alta demanda. Entre os bairros mais procurados estão: Fairfield, Rockland, Gonzales, James e Downtown.


Transporte


Como Victoria está numa ilha, a melhor forma de chegar até a cidade é de ferry. A empresa BCFerries faz a ligação entre Victoria e o terminal de Tsawwassen, em Vancouver. O trajeto dura 1h35min e custa CAD$ 17.20. Também há ferries para outras partes de BC e também para Seattle, nos Estados Unidos.


Dentro da cidade, 46% da população caminha ou usa o transporte público para ir ao trabalho. As linhas de ônibus são operadas pela BCTransit e ligam o centro com todas as regiões da cidade. As passagens custam CAD$ 2.50. Há passes diários e mensais disponíveis, custando CAD$ 5 e CAD$ 85, respectivamente. Também há descontos para idosos, jovens e estudantes universitários.


Outra opção é usar a bicicleta. Considerada a capital do ciclismo no Canadá, Victoria dispõe de uma extensa rede de ciclovias em constante expansão. Além disso, duas vezes por ano acontece o Bike to Work Week, uma semana dedicada à utilização da bicicleta para ir e voltar do trabalho.


Victoria tem seu próprio aeroporto internacional, com vôos diretos para Toronto, Montreal, Seattle, San Francisco e alguns destinos de férias. Também é muito comum ver hidroaviões pousando e decolando do porto de Victoria, no centro da cidade.


Clima


Graças à sua localização junto ao Pacífico, correntes oceânicas mantém o clima da cidade bem ameno, sem temperaturas extremas. No inverno, as temperaturas oscilam entre 8 e 4°C. Já no verão, ficam entre 20 e 11°C.


Victoria também é uma das regiões mais secas e ensolaradas de BC. Chove cerca de 608mm por ano - bem menos que Vancouver, onde chove cerca de 1.589mm por ano. Cerca de dois terços de toda precipitação anual acontece entre novembro e fevereiro. Pode nevar, mas é bem difícil. Praticamente um terço de todos os invernos não tiveram neve considerável.


Turismo e lazer


Victoria é um destino muito popular, recebendo cerca de 3,5 milhões de visitantes todos os anos. A cidade oferece atrativos para todas as estações do ano, incluindo belos parques, atividades ao ar livre e edifícios históricos, reconhecidos pela belíssima arquitetura Vitoriana da época colonial.


A gastronomia também é um dos pontos fortes da cidade. Se você gosta de comer fora, opção é o que não falta! Victoria tem a segunda maior quantidade de restaurantes per capita de toda a América do Norte, ficando atrás apenas de San Francisco.


Também há muitos pubs na cidade. Entre os principais estão o Irish Times, considerado o melhor pub irlandês da América do Norte, o Bartholomew’s Pub, um dos favoritos dos locais, e o The Churchill, que tem cerca de 50 tipos de cerveja nas torneiras.

Estes são alguns dos principais atrativos para conhecer em Victoria:


Butchart Gardens


Considerado um dos melhores jardins do mundo pela CNN, National Geographic e USA Today, este parque recebe mais de um milhão de visitantes por ano. Há jardins temáticos, como. Pode ser visitado em todas as estações, mas a primavera no local é um espetáculo. No Natal, os jardins ficam decorados com milhares de luzinhas, deixando a paisagem ainda mais bonita.


Chinatown


A Chinatown de Victoria é a mais antiga do Canadá e a segunda mais antiga da América do Norte, atrás de San Francisco. O bairro é decorado com lanternas vermelhas e possui uma boa seleção de bares, restaurantes e lojas. É neste bairro que fica a Fan Tan Alley, considerada a rua mais estreita do país. O trecho mais estreito tem apenas 90cm de largura!


Inner Harbour


O porto de Victoria e o seu entorno ficam no coração da cidade, uma zona com muitos prédios históricos, além de shows e festivais durante os meses de verão.

Entre as principais atrações estão os prédios do parlamento (Parliament Buildings), que podem ser visitados pelo público. À noite, os edifícios são iluminados com mais de 3.000 lâmpadas.


Outro local famoso é o Fairmont Empress, um hotel de luxo que parece um castelo. A estadia é cara, mas vale a pena entrar para tomar um chá. Mais de 500 mil xícara de chá inglês são servidas por ano aqui.


Fisherman’s Wharf


Próximo ao Inner Harbour fica o Fisherman’s Wharf, um pier de pescadores que também oferece quiosques, lojas e restaurantes. O local é famoso pelas casinhas flutuantes, onde os pescadores moram. Lá é possível ver lobos marinhos, gaivotas, lontras e outros animais.


Beacon Hill Park


Um grande parque no centro da cidade, com mais de 75 hectares de bosques, jardins, playground, quadras esportivas e um pequeno zoológico. O parque abriga o quarto totem mais alto do mundo, com 38m de altura. O parque também marca a Milha 0 da Rodovia Trans-Canadense, uma rota com mais de 7.800km que atravessa o país.


Art Gallery of Greater Victoria


Este museu tem a maior coleção de arte de British Columbia, com mais de 20.000 obras, muitas delas de origem asiática. Devido ao espaço limitado, apenas 5% da coleção é exibida ao público. As galerias ficam dentro da Spencer Mansion, uma mansão em estilo Vitoriano do século 19 que foi renovada para receber o museu.


Royal BC Museum


Também conhecido como Columbia Museum, este é um museu de história natural e humana, com mais de 7 milhões de itens em sua coleção. Além das exposições, há também um cinema IMAX com a maior tela de toda a British Columbia.


Maritime Museum of British Columbia


Este museu dedicado a história marítima de BC tem mais de 800 modelos de navios, além de fotos, mapas e registros históricos. O edifício tem um dos elevadores mais antigos da América e do mundo, construído em 1899 e funcionando até hoje.


Hatley Castle


Localizado no campus da Royal Roads University, este castelo já foi residência, colégio militar e centro de treinamento naval. Hoje, é um patrimônio histórico que já serviu de cenário para filmes e séries como Deadpool, X-Men, Arrow e Smallville.


Mergulho


Victoria foi eleita um dos melhores destinos do mundo para mergulho graças à sua grande biodiversidade e água cristalina. Há pelo menos três colônias de orcas - também conhecidas como baleias assassinas - com mais de 80 animais. Também é possível ver os destroços de navios da Segunda Guerra Mundial e até um Boeing 747, que afundou na costa em 2006. Há mergulhos para todos os níveis de experiência, dos mais novatos aos profissionais, mas prepare-se para a água gelada, que varia entre 8 e 12ºC.


Festivais


O calendário de Victoria é repleto de festivais, principalmente nos meses de verão. Entre os principais estão o JazzFest, um festival de 10 dias com renomados artistas de jazz e blues; o Symphony Splash, uma performance anual da orquestra de Victoria no meio da água; e o Rifflandia, o festival de música que marca o fim do verão. Há também festivais de cerveja, vinhos, queijos e, é claro, flores.

17 visualizações