• Excel 4 Canada

Tudo sobre Toronto - O centro cultural e financeiro do Canadá


Toronto, ON

Para a maioria das pessoas, a primeira cidade que vem à cabeça quando pensam no Canadá é Toronto. De fato, a cidade é o centro cultural e financeiro do Canadá, sendo também a metrópole mais populosa do país e a quarta mais populosa de toda a América do Norte, com mais de 5 milhões de habitantes. Frequentemente comparada com Nova York, a cidade canadense ganha em organização e receptividade, com infraestrutura de primeiro mundo e moradores muito amigáveis.


Pessoas do mundo inteiro migram para Toronto em busca de uma melhor qualidade de vida. A cidade foi considerada a quarta melhor do mundo para se viver pela revista Economist em 2017, e é uma das mais seguras de todo o continente. Mais de 50% da população é formada por imigrantes, tornando-a uma das cidades mais multiculturais do mundo. Apesar do inglês ser a língua oficial, mais de 160 línguas são faladas pelos habitantes. Há comunidades de chineses, coreanos, italianos, portugueses e até brasileiros. A diversidade é respeitada e celebrada.


Toronto não só é uma excelente cidade para viver, mas também para visitar, oferecendo muitas atrações turísticas e opções de lazer, além de ficar próxima de outros destinos populares como Niagara Falls, Ottawa, Montreal e Nova York. A cidade recebe mais de 28 milhões de turistas por ano.


Trabalho


Toronto é uma cidade de oportunidades. Seu mercado de trabalho é o maior do Canadá e o terceiro maior da América do Norte. Segundo um estudo do site Movinga, Toronto é a 4ª melhor do Canadá e a 48ª melhor cidade do mundo para arranjar um emprego.


Quase metade dos funcionários em Toronto trabalham em escritórios, principalmente nos setores financeiro e imobiliário. Nove das 20 melhores empresas para trabalhar no Canadá, de acordo com a Forbes, tem sede em Toronto.


O setor de tecnologia, no entanto, é um dos que mais cresce. Toronto é a sede canadense de gigantes como Microsoft, Apple, Google e Facebook, fazendo da cidade um destino muito popular entre trabalhadores do setor de TI.


Além disso, Toronto é um polo para startups, tendo algumas das maiores incubadoras do país e do mundo, atraindo muitos empresários brasileiros. As incubadoras de pequenos negócios da Ryerson University e da Universidade de Toronto estão entre as 10 melhores do mundo, de acordo com o ranking da UBI Global.


A taxa de desemprego na cidade no fim de 2019 era de 6,7%, um pouco acima da média canadense. Segundo o site PayScale, o salário médio em Toronto é aproximadamente CAD$ 63.000 por ano, mas trabalhadores do setor de tecnologia chegam a ganhar mais de CAD$ 100.000. Por ser uma cidade cara, o salário mínimo para sobreviver decentemente na cidade é de CAD$ 49.545, de acordo com o LowestRates.ca.


Educação


Toronto é considerada a 11ª melhor cidade do mundo para estudantes no ranking da QS, sendo também uma das mais desejadas, ficando atrás apenas de Sydney e Tóquio.


A Universidade de Toronto (UoT) é considerada uma das 20 melhores do mundo pelo ranking da Times Higher Education e uma das 30 melhores pelo QS World University Rankings. A York University, terceira maior do Canadá, também figura na lista das 500 melhores do mundo. Entre os colleges, os mais renomados são o George Brown, Seneca, Humber e Centennial.


Toronto é a cidade que mais recebe estudantes internacionais do Canadá, recebendo cerca de 168 mil estrangeiros em 2017, segundo dados do CBIE. Junto com Vancouver, é a cidade mais procurada pelos brasileiros que querem fazer intercâmbio. A cidade conta com escolas de inglês de altíssima qualidade como a EC, ILAC, ILSC, Kaplan, Hansa e Tamwood.


Moradia


O aluguel médio de um apartamento de um quarto é de CAD$ 2.125, de acordo com o site Rentals.ca, concorrendo com Vancouver ao título de cidade mais cara para se morar do Canadá. Ambas cidades enfrentam uma bolha no mercado imobiliário que fez os preços das moradias dispararem nos últimos anos.


Apesar disso, há locais mais distantes do centro que oferecem moradia acessível, boa qualidade de vida e fácil acesso ao transporte público.


Toronto é conhecida por ser a “cidade dos bairros”, sendo oficialmente dividida em 140 distritos, porém há mais de 240 bairros não-oficiais dentro dos limites do município. O ideal é procurar por moradia próxima a uma estação de metrô, que permite ligação rápida e acessível ao centro da cidade ou ao local de trabalho. Alguns bairros e cidades mais distantes são ligados pelo GO Train, porém é preciso considerar o custo do transporte e o tempo de deslocamento necessário para chegar ao centro.


Clima


A localização de Toronto junto ao Lake Ontario faz o clima ser mais ameno e úmido do que seria. Ainda assim, o inverno na cidade é bem rigoroso, principalmente para os brasileiros que não estão acostumados ao frio. Entre dezembro e março, neva na maior parte dos dias.

Apesar disso, a cidade é bem preparada para o frio, contando com o maior complexo comercial subterrâneo do mundo, o PATH, que liga mais de 70 edifícios por mais de 30km de túneis climatizados.


O verão da cidade tem dias longos, quentes e ensolarados, sendo ideal para visitar os parques e praias da cidade. A melhor estação para conhecer Toronto, no entanto, é o outono, que tem temperaturas amenas e belíssimas paisagens formadas pelo colorido das árvores.


Transporte


A TTC, que opera as linhas de metrôs, trens e ônibus de Toronto, foi eleita a melhor companhia de transporte público da América do Norte em 2017.


O metrô conta com 4 linhas e 75 estações em operação, funcionando das 6:00 à 1:30 (8:00 à 1:30 nos domingos). O sistema é integrado com as mais de 150 linhas de ônibus e 10 linhas de streetcars que ligam a maior parte da cidade ao centro.


O transporte público tem uma tarifa única, independente da distância do trajeto percorrido. Uma passagem única custa CAD$ 3.25 (ou CAD$ 3.20 através do cartão PRESTO). Passes diários e mensais estão disponíveis por CAD$ 13.50 e CAD$ 156, respectivamente. Idosos e estudantes têm direito a tarifas reduzidas.


Toronto também tem um sistema de trens e ônibus suburbanos, o GO Transit, que liga a Union Station a outras cidades da região, sendo muito utilizado por trabalhadores que moram nos arredores. O sistema aceita o cartão PRESTO e o preço da passagem depende da distância percorrida. Para cidades mais distantes, há trens frequentes da Via Rail para Ottawa, Montreal, Vancouver e Nova York.


Uma característica única de Toronto é o Aeroporto Billy Bishop, que fica em uma ilha, muito próximo ao centro. É possível chegar ao aeroporto caminhando através de um túnel por baixo da água. O aeroporto oferece vôos frequentes para cidades como Montreal, Nova York, Chicago e Washington.


O maior aeroporto, no entanto, é o Pearson, que tem o segundo maior tráfego de passageiros internacionais das Américas. O aeroporto é ligado ao centro da cidade pelo trem UP Express, que leva e traz os passageiros à Union Station em apenas 25 minutos.


Turismo e lazer


A lista de coisas a fazer em Toronto é grande, com atrações para todos os gostos, idades e estações do ano. A cidade oferece uma grande variedade de museus, parques, praias, mercados e uma gastronomia com sabores do mundo inteiro. Além disso, a cidade recebe eventos de renome internacional, como o Toronto International Film Festival, um dos principais festivais de cinema do mundo, a Toronto ComicCon, e o Caribana, um carnaval que celebra a cultura caribenha.


CN Tower


Um dos principais símbolos de Toronto, a CN Tower tem 553 metros e já foi por muito tempo a construção mais alta do mundo. No seu observatório, parte do chão é de vidro, totalmente transparente, onde é possível ver a cidade de cima. Os mais corajosos podem experimentar a EdgeWalk, onde é possível caminhar preso à cabos de aço pela plataforma, que fica a 356 metros de altura.


Ao lado da CN Tower também há o Rogers Centre, um grande estádio e centro de eventos, e o Ripley’s Aquarium of Canada, que tem uma das maiores coleções de tubarões da América do Norte.


Toronto Islands


Um conjunto de 15 pequenas ilhas no Lake Ontario, distantes cerca de 20 minutos de barco do centro de Toronto. A principal ilha, Centre Island, tem jardins, praias, restaurantes e até um parque temático, o Centreville Amusement Park. O ferry para chegar à ilha sai do Jack Layton Ferry Terminal, e o trajeto oferece belíssimas vistas do skyline da cidade, que tem uma das maiores quantidades de arranha-céus do mundo.


Dundas Square


O ponto de encontro de Toronto, esta praça na intersecção da Yonge Street com a Dundas Street é um dos locais mais movimentados da cidade, sendo frequentemente comparada com a Times Square de Nova York e o Piccadilly Circus de Londres. Ao lado da praça está o Eaton Centre, o maior shopping de Toronto e o mais visitado de toda a América do Norte.


Queen Street West


Esta rua no centro de Toronto é uma das mais importantes da cidade e concentra uma grande quantidade de lojas, bares e restaurantes, principalmente no trecho entre a Yonge Street e a Bathurst Street.


Nathan Phillips Square


Esta praça fica em frente à nova Prefeitura de Toronto, famosa pelas suas duas torres curvadas. No local há um letreiro com o nome da cidade, e um espelho d’água, que no inverno se transforma em uma pista de patinação. A praça também recebe a árvore de Natal oficial da cidade.


Chinatown


Até a década de 70, a Chinatown original de Toronto ficava no local atualmente ocupado pela prefeitura. No entanto, a construção da Nathan Phillips Square expulsou a maior parte dos imigrantes chineses da área, que se estabeleceram nos arredores da Spadina Avenue, local da “nova Chinatown”.


O local tem muitas lojas de souvenir e bugigangas. É possível ver placas de rua e letreiros escritos em chinês, e experimentar algumas comidas de rua típicas da culinária chinesa, tailandesa e vietnamita.


Kensington Market


Situado ao lado da Chinatown, este é o bairro mais hipster de Toronto. Apesar do nome, o local não é exatamente um mercado, mas uma coleção de cafés, bares, restaurantes e lojas de todos os tipos, desde antiguidades até produtos orgânicos. Não deixe de visitar o Blue Banana Market, uma loja de presentes cheia de produtos criativos, itens de decoração, utensílios de cozinha, etc.


St. Lawrence Market


Este mercado público já foi considerado o melhor do mundo pela revista National Geographic em 2012. O St. Lawrence Market é ótimo para comprar ingredientes frescos ou comer algo diferente nas muitas barraquinhas do local.


The Distillery District


Uma antiga destilaria de whiskey do século 19 que já foi uma das maiores do mundo. Hoje, os galpões de estilo Vitoriano foram revitalizados e abrigam lojas, galerias de arte, bares e restaurantes. O local também recebe o tradicional Christmas Market na época de Natal, e o Toronto Light Festival, um festival de arte luminosa realizado anualmente entre janeiro e março.


Art Gallery of Ontario


Com cerca de 45 mil metros quadrados, este é um dos maiores museus de arte das Américas, com mais de 95 mil obras, inclusive de artistas renomados como Van Gogh, Picasso e Monet. Entre as obras primas está O Massacre dos Inocentes de Peter Paul Rubens, que foi doada ao AGO após ser leiloada por CAD$ 117 milhões em 2002.


Royal Ontario Museum


O maior museu do Canadá, atraindo mais de um milhão de visitantes todos os anos. Possui uma extensa coleção de arte, arqueologia e ciências. Entre os destaques estão os totens gigantescos, a coleção de meteoritos e o fóssil de um Barossauro, o maior dinossauro do Canadá.


A estação de metrô Museum, que fica nas proximidades, tem uma decoração especial que remete à coleção do museu.


Bata Shoe Museum


Um museu dedicado aos calçados, que agrada até mesmo quem não é fã de museus. As exposições são cheias de curiosidades sobre a história dos sapatos. A coleção conta com mais de 13 mil calçados, alguns com mais de 4.500 anos. Há sapatos de todos os tipos, como de bailarina, de astronauta e de jogador de basquete. O museu também expõe peças usadas por famosos, como Madonna e Elvis Presley.


Yorkville


O bairro mais luxuoso de Toronto, considerado um dos mais caros do mundo, repleto de lojas de grife e restaurantes luxuosos. O trecho da Bloor Street conhecido como Mink Mile foi considerado a sétima rua de compras mais cara do mundo pela Fortune Magazine em 2008. Ainda assim, é ótimo para caminhar, ver as vitrines e talvez encontrar alguma celebridade.


Casa Loma


Um castelo em estilo medieval, com 98 quartos, 30 banheiros, 25 lareiras e um jardim com mais de 20 mil metros quadrados. A residência foi construída no começo do século 20 por Henry Mill Pellatt, um empresário muito rico da época. O local já serviu como cenário de mitos filmes de Hollywood, como X-Men e Cocktail. Além disso, dizem que o castelo é mal-assombrado: há diversos relatos de fantasmas que foram vistos por funcionários e visitantes.


Toronto Zoo


Um zoológico enorme, dividido em regiões geográficas com animais de diferentes partes do mundo. Entre os destaques estão ursos panda (os únicos do Canadá), ursos polares, flamingos e cangurus. Apesar de ser um pouco afastado da cidade, é possível chegar até o local usando o ônibus 86A, que sai da estação Kennedy do metrô.


Outlets


Pra quem gosta de fazer compras, Toronto tem vários outlets, com roupas de marca a preços descontados. Os principais são: Premium Outlets, Vaughan Mills e Dixie Outlet Mall. Todos ficam afastados do centro da cidade.